6 problemas na boca que o dermatologista pode ajudar a tratar.

Pouca gente sabe, mas o dermatologista não cuidado somente da pele, unhas e cabelos, mas também das mucosas. Portanto, esse médico pode ajudá-lo com doenças da boca. Hoje iremos destacar alguns problemas que surgem na boca e que podem ser tratados pelo dermatologista.

1) Queilite angular ou “boqueira”: Essas lesões surgem no cantinho da boca e se manifestam de uma hora para outra como uma assadura uni ou bilateral que pode ter fissuras e doer. Não é umas doenças única que causa esse problema. Pode ser uma dermatite de contato pela pasta de dentes ou ácido noturno, acúmulo de saliva por defeito de oclusão (desgaste dos dentes ou placa) e uma micose chamada candidose. Cada causa tem seu tratamento específico.

2) Herpes labial: quem tem, já conhece o quadro. Surgem vesículas, que são pequenas bolinhas de água, que cursam com coceira, ardor ou dor no local e fazem com que o lábio inche. Pode começar com dor para morder ou dor de dente, antecedendo a lesão na pele. A causa é o herpesvirus e o tratamento pode ser feito com comprimidos ou pomadas antivirais, dependendo de cada caso.

3) Queilite actínica ou inflamação crônica dos lábios por dano solar. O termo “queilite” significa   “inflamação dos lábios” e esse quadro consiste no desaparecimento do limite do vermelhão do lábio com a pele em volta. Fica tudo da mesma cor, caracterizando o dano causado pelo sol. O problema desse tipo de lesão é que ela é precursora do câncer de lábio e dependendo de cada caso é necessário fazer tratamento cirúrgico e análise histopatológica para avaliar o grau de atipia. Esses pacientes devem ser avaliados e, se necessário, submetidos a cirurgia (vermelhonectomia).

5) Toxina botulínica para pacientes que possuem hipertrofia do masseter e bruxismo: após a avaliação e tratamento com o odontologista, talvez seja interessante associar a aplicação de botox nesses pacientes. O botox diminui a função do músculo e pode inclusive alterar o contorno da face, tornando-o mais oval e menos quadrada.

6) Gengivite descamativa: ok, existe a gengivite por má higiene. Ele ataca as gengivas e torna essa região vermelha e propensa a sangramentos. Porém, há um quadro em que ocorre uma descamação e ulceração das gengivas. Isso pode refletir uma doença autoimune, como reações medicamentosas, lupus, pênfigo vulgar e o penfigóide bolhoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *